Top
Finlândia, Helsinki, cultura finlandesa, brasileiras pelo mundo, reciclagem, máquinas de reciclagem, devolução de latas

Um exemplo prático que a Finlândia busca ser ecologicamente correta é através da devolução de latas e garrafas. Todos os mercados tem uma máquina de reciclagem. E, ao devolvê-las, você recebe dinheiro em troca!

Aceitam garrafas pet, de vidro e latas de alumínio. Cada tipo de lata ou garrafa tem um valor diferente que pode variar de 10 a 40 centavos de euro a unidade. O pagamento é uma forma de incentivo para que as pessoas as devolvam na máquina.

 

diferenças culturais, morar na Finlândia, cultura de consumo, reciclagem, passeios turísticos, países nórdicos, alimentação na Finlândia, Cultura finlandesa, dicas de viagem, viajar é preciso, viagem, Europa, Finlândia, Helsinki, destino, viajando pelo mundo, #ondeestálili, #heyiamlili, morar fora, morando fora, turismo, roteiro de viagem, viajar, mochilão, mochilando, blog de viagem,

 

Nós juntamos muitas latas e algumas garrafas e levamos até o mercado que sempre vamos para fazer a troca. Tínhamos muitas latas que não eram finlandesas, e por isso, não recebemos por elas. Mas, mesmo assim, separamos para depositá-las na reciclagem.

 

diferenças culturais, morar na Finlândia, cultura de consumo, reciclagem, passeios turísticos, países nórdicos, alimentação na Finlândia, Cultura finlandesa, dicas de viagem, viajar é preciso, viagem, Europa, Finlândia, Helsinki, destino, viajando pelo mundo, #ondeestálili, #heyiamlili, morar fora, morando fora, turismo, roteiro de viagem, viajar, mochilão, mochilando, blog de viagem,

Como Funciona

A máquina identifica, através do código de barras, o tipo de material e quanto vale. Basta inserir na máquina, que ao seguir pela esteira, ela separa cada um no seu próprio container! É importante que as latas e garrafas estejam inteiras e não amassadas. Conforme vamos colocando, a conta vai crescendo e ela contabiliza quantos produtos foram reciclados. Ao final, ela imprime um comprovante que podemos utilizar como um cupom de desconto no supermercado ou trocar por dinheiro! Um detalhe é que o cupom só pode ser trocado no mercado que você devolveu as latas e não em qualquer outro que quiser!

 

diferenças culturais, morar na Finlândia, cultura de consumo, reciclagem, passeios turísticos, países nórdicos, alimentação na Finlândia, Cultura finlandesa, dicas de viagem, viajar é preciso, viagem, Europa, Finlândia, Helsinki, destino, viajando pelo mundo, #ondeestálili, #heyiamlili, morar fora, morando fora, turismo, roteiro de viagem, viajar, mochilão, mochilando, blog de viagem,

 

Cada vez que vamos para Tallinn, fazemos nosso estoque de bebida. Mesmo recebendo para devolver as latas, comprar na Estonia ainda sai mais em conta! Então, sempre que dá, trazemos de lá. Por isso, vocês podem ver que há uma quantidade de latas e garrafas na nota que estão com o valor zerado! Hehe

 

diferenças culturais, morar na Finlândia, cultura de consumo, reciclagem, passeios turísticos, países nórdicos, alimentação na Finlândia, Cultura finlandesa, dicas de viagem, viajar é preciso, viagem, Europa, Finlândia, Helsinki, destino, viajando pelo mundo, #ondeestálili, #heyiamlili, morar fora, morando fora, turismo, roteiro de viagem, viajar, mochilão, mochilando, blog de viagem,

Reciclagem x Lixo

Essa iniciativa é muito legal e é uma forma muito eficiente de reciclagem! No entanto, tem algo que realmente me incomoda! Como as máquinas pagam para a devolução, muitas pessoas aumentam a sua renda recolhendo-as nas lixeiras. A maioria devolve para reciclagem mas outras não. E, muitas pessoas acabam jogando as latas na rua ao invés de colocarem no lixo. Não é raro ver latas jogadas em canteiros, ao redor das lixeiras e na rua em geral! Eu acho isso horrível. Sempre que vejo os catadores, vejo que eles procuram dentro das lixeiras de qualquer jeito. Porque não jogar tudo no lixo, então? Ou colocar lixeiras menores só para esse material pela cidade?

Sei lá, eu realmente fico chateada quando vejo alguém jogando uma latinha no chão! Pelo menos ver que existe um sistema de reciclagem já me faz ver o outro lado da situação. Infelizmente, o meu modo de ver isso não é o mesmo deles. Eu entendo o porquê deles as jogam por aí. É porque sabem que alguém vai recolher. Mas continua sendo lixo, que suja a cidade e ainda contribui com a poluição dos bosques, rios e lagos!

 

diferenças culturais, morar na Finlândia, cultura de consumo, reciclagem, passeios turísticos, países nórdicos, alimentação na Finlândia, Cultura finlandesa, dicas de viagem, viajar é preciso, viagem, Europa, Finlândia, Helsinki, destino, viajando pelo mundo, #ondeestálili, #heyiamlili, morar fora, morando fora, turismo, roteiro de viagem, viajar, mochilão, mochilando, blog de viagem,

 

Enfim, pelo menos vocês já sabem. Quando vierem para a Finlândia, podem trocá-las em qualquer mercado por algo que queiram comprar! Nós tivemos um desconto de €8,90, que foi quase 1/4 do valor total da nossa compra! Normalmente, compramos as coisas básicas no Lidl, que é o mercado mais barato por aqui! Aliás, se vocês quiserem saber mais sobre o custo de vida por aqui, fiz uma relação com os produtos básicos!

 

diferenças culturais, morar na Finlândia, cultura de consumo, reciclagem, passeios turísticos, países nórdicos, alimentação na Finlândia, Cultura finlandesa, dicas de viagem, viajar é preciso, viagem, Europa, Finlândia, Helsinki, destino, viajando pelo mundo, #ondeestálili, #heyiamlili, morar fora, morando fora, turismo, roteiro de viagem, viajar, mochilão, mochilando, blog de viagem,

 

Será que isso daria certo no Brasil?

Deixem suas opiniões nos comentários!

Comments:

  • janeiro 27, 2017

    Oh my God, Lili!!!!
    Isso eh muuuito bacana! Sabe que eu nunca vi uma maquina dessas por aqui? Vou ate pesquisar. Aqui a gente recicla plastico, cardboard, vidro e metal, mas o caminhao da prefeitura leva toda semana. O que a gente tem aqui no ASDA eh uma maquina de colocar moedinhas. Em casa a gente junta todo troquinho que a gente tem: moedas de 1,2, 5, 10 centavos. Dai quando o pote ta cheio, a gente leva la e coloca na maquina, que conta o dinheiro. A gente tira um recibo, e pode ou trocar por dinheiro, ou usar no mesmo supermercado que a gente levou as moedas. 🙂
    Beijao, flor! AMO seu blog! xxx <3

    reply...

post a comment