Both are full of ample luminous content to supply a excellent night-time legibility, as well as their shape and replica watches size is large enough to offer the required contrast in daytime.
Top
Estudar no exterior, estudantes, universidades, mestrado

Você tem o sonho de estudar fora, mas pensa que nunca terá essa oportunidade? Então, é melhor pensar de novo, pois é só querer e correr atrás! O sol brilha para todos e no fim, tudo depende de nós mesmos!

Viver fora do nosso país, sem ter uma renda mensal e ter que viver de poupança, não é nada fácil. Na verdade, é um pouco assustador as vezes. Muitas coisas passam pela nossa cabeça e pensamos que o dinheiro pode simplesmente acabar.

Nós guardamos dinheiro por um tempo antes de realmente tomar a decisão de mudar de país. Sabíamos que talvez não conseguiríamos emprego rápido e precisávamos ter uma reserva. Fora que, no nosso caso, a Finlândia exigia uma quantia específica em dinheiro guardado como comprovação de renda. Por isso, é necessário ter um planejamento e se preparar bem antes de tomar a decisão de ir.

Portanto, você tem vontade de estudar fora e não sabe por onde começar? Aqui vão algumas dicas pra você se organizar!

 

Para onde vou?

Escolher o país, as vezes é uma tarefa difícil. Pense no seu objetivo e responda:

  • Quais são as melhores universidades na sua area?
  • Quais países tem mercado dentro do ramo?
  • Você terá oportunidades de trabalho naquele país?
  • Qual a situação econômica do lugar?
  • Quanto custa viver lá?
  • Quanto preciso ter por mês para viver sem passar aperto?

Com isso, você já consegue filtrar bem e reduzir a lista de opções.

 

estudar no exterior, escolhendo uma universidade, estudantes, morando no exterior, europa

Foto: estudarfora.org.br

Não sei qual universidade escolher!

Uma vez que você fez sua lista, a escolha final sempre vai pesar em alguns detalhes principais: custo, grade escolar e processo seletivo.

 

Custo da Universidade x Custo de Vida

Muitas vezes, a universidade escolhida tem um valor anual muito alto e a decepção é imediata. Acontece que, nem sempre ela pode ser a mais cara. É necessário avaliar se o custo de vida naquele local também é alto; compará-lo às outras opções que você selecionou e ver qual delas fica dentro do que você pode arcar.

No nosso caso, tínhamos alguns outros países como opções. Alguns deles, vimos que realmente não teríamos como nos sustentar por tanto tempo (lembrando que seriamos dois). Fomos descartando o que realmente ficava fora do planejado e colocando outras opções em segundo plano.

No fim, chegamos a 2 países: Portugal e Finlândia. No primeiro, nós teríamos que pagar a universidade mais o custo de vida. Ao colocar no papel, era praticamente o mesmo valor total de viver na Finlândia sem ter que pagar a universidade. Além que a universidade daqui dava mais oportunidades que a de lá!

No entanto, infelizmente, a opção de estudo gratuito para pessoas de fora da comunidade européia não existe mais aqui. Aprovaram uma lei no ano passado e, partir setembro de 2017, os novos alunos já terão que pagar. Procure ver quais outros países ainda oferecem o ensino gratuito. Pode ser uma oportunidade para você também.

 

Grade Escolar

Você tem um budget free e pode escolher qualquer uma das opções? Então aplica para todas que quiser e espere o resultado. Agora, se você não tem toda essa verba disponível, vai ter que se sustentar e estudar ao mesmo tempo. Então, eu diria para você refinar ainda mais essa lista. Selecione as universidades que tem o curso mais voltado para o que você gosta. Veja a grade de cada uma e separe-as de novo por:

  1. Minhas preferidas
  2. Estas seriam boas para segundo plano
  3. Se nada der certo, ainda tenho estas

Desta forma, fica mais fácil de se concentrar nas que você realmente gostaria de estudar.

 

estudar no exterior, escolhendo uma universidade, estudantes, morando no exterior, europa

Foto: jovensconectados.org.br

Processo Seletivo

É muito importante se atentar as regras de cada processo seletivo e saber que ele também custa. Principalmente se você tiver que traduzir sua documentação, fazer testes de proficiência em inglês (ou qualquer outro idioma) e ainda se pedirem, enviar tudo pelo correio. Mas colocar as universidades por ordem de preferência auxilia bastante, pois muitas delas abrem e fecham o processo seletivo em datas diferentes. Com isso, você não precisa aplicar para todas correndo.

No nosso caso, tínhamos como viver em Portugal ou aqui. Então, percebemos que dava tempo suficiente de aplicar para a Finlândia primeiro e depois para Portugal, caso não desse certo. Por isso, é bom ter uma tabela com todas as datas estipuladas e se organizar para não precisar gastar dinheiro antes da hora.

Planejamento é a base de tudo e se você se organizar, também poderá realizar seu sonho de ter uma experiência no exterior. Comece guardando dinheiro em uma poupança, assim quando a oportunidade surgir, você poderá abraçá-la com mais tranquilidade!

Espero que estas dicas também te ajudem!

post a comment